Artigo – 26. Aceitação Radical

Artigo – 26. Aceitação Radical

A vida não é da maneira como nós sempre idealizamos. Muitas vezes, não temos o corpo que queremos, não conseguimos a nota que desejamos ou não gostamos do que sentimos e até pensamos. Isso tudo nos gera um mal-estar, um incômodo.

A aceitação radical nos auxilia a lidarmos com a realidade tal como ela é. A aceitação radical envolve aceitar de corpo, alma e mente, ou seja, de modo completo e total, a realidade como um todo, mesmo que não nos agradem.

Aceitar radicalmente não é ter compaixão, ser amoroso ou passivo, mas é reconhecer a realidade que está em nossa frente. A recusa da realidade pode nos manter paralisados, nos levar à tristeza ou a um caminho de sofrimento. Aceitar a realidade é quando nós paramos de lutar contra ela e, consequentemente, sentimos menos raiva ou amargor. Neste momento, o que você precisa aceitar radicalmente em sua vida?

Gostou do texto? Nos ajude a divulgar!

Referência

Linehan, M.M. (2018). Treinamento de Habilidades em DBT: manual de terapia comportamental para o paciente. Artmed. 2ºEd.

div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container {background-image: url(http://institutodeneuropsicologia.com.br/site/wp-content/uploads/2019/04/banner3-min.jpg);background-size: initial;background-position: top center;background-attachment: initial;background-repeat: initial;}#stuning-header div.page-title-inner {min-height: 250px;}